terça-feira , novembro 20 2018
Home / Notícias / Concrejato finaliza restauração da Casa de Câmara e Cadeia de Florianópolis

Concrejato finaliza restauração da Casa de Câmara e Cadeia de Florianópolis

Edificação construída há cerca de 240 anos irá abrigar o novo Museu da Cidade. Restauração contou com trabalho arqueológico.

Casa de Câmara e Cadeia de Florianópolis

A Concrejato Engenharia – líder no mercado de recuperação de estruturas e pioneira na combinação de serviços de retrofit e de restauro do patrimônio histórico e arquitetônico – acaba de concluir as obras de restauração de uma das edificações mais antigas do Centro de Florianópolis. Construída há cerca de 240 anos, a antiga Casa de Câmara e Cadeia passou por um trabalho minucioso de modernização e foi adequada para sediar o futuro Museu da Cidade. As obras foram acompanhadas por pesquisas arqueológicas e descobertas de peças e remanescentes de construções antigas.

A renovação, no valor de R$ 7,5 milhões, foi completa: restauração da cobertura, dos revestimentos de paredes internas e externas, ornamentos, esquadrias, forros e pisos; novas instalações hidráulicas e elétricas; instalação de elementos de acessibilidade; e construção de uma unidade de extensão e apoio, anexa ao casarão, com elevador. O projeto também contou com a instalação de um sistema de ar condicionado VRF ecologicamente correto, de câmeras de segurança patrimonial e ainda de um sistema preventivo contra incêndio.

A diretora de Operações da Concrejato, Maria Aparecida Soukef, explica que o casarão permaneceu fechado por quase uma década e a integridade das estruturas estava comprometida, com parte da cobertura destruída, além de infiltrações e umidade. “Todo o telhado foi reconstruído com a avaliação de cada peça sendo reaproveitada ao máximo e substituindo as comprometidas. Nas fundações para criação do anexo novo, fizemos um trabalho menos invasivo para preservar os remanescentes arqueológicos”, conta a diretora.

Paralelamente à obra, se deu continuidade às pesquisas arqueológicas. “Encontramos pinturas decorativas nas paredes e duas bocas de canhões no local onde foi construído o anexo. Como o imóvel foi concebido em um local aterrado, nas escavações localizamos também embasamentos e alvenarias de outra construção antiga. Tudo foi devidamente registrado, cadastrado e resgatado para preservar a memória do local”, diz Soukef.

As obras do casarão de 865 metros quadrados foram iniciadas em 2014 e a execução pela Concrejato Engenharia durou 36 meses, com cerca de 50 profissionais envolvidos.

“O grande feito desse projeto, além da possibilidade de utilizar técnicas e conceitos de restauração, foi conseguir implantar o programa de uso novo ao local, viabilizando a execução do projeto idealizado pelo Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF)”, acrescenta a diretora.

O Museu da Cidade será administrado através de um convênio firmado entre a prefeitura e o Sesc-SC.

 

Fonte: Daniela Leiras | Danthi Comunicações 

(11) 3812-7393

About franklin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *